Google+
  somat@somat.com.br    
  [21] 3094-8250  
 

Leitura

0

Base Monetária

A base monetária corresponde à criação primária de moeda (pelo Banco Central). Ela é divulgada em dois conceitos pelo Banco Central do Brasil: num conceito mais restrito, por convenção, corresponde ao total de papel-moeda em circulação somado às reservas bancárias, e, num mais amplo, corresponde ao total da base restrita, mais os depósitos compulsórios em espécie e títulos federais (tanto do BACEN, quanto do Tesouro) fora do Banco Central. Conheça a Somat Contadores
0

Bens

Tudo que pode ser avaliado economicamente e que satisfaça necessidades humanas. Existem vários tipos, quais sejam: Bens de Capital (ou Produção) - São os bens que servem para a produção do outros bens, tais como máquinas, equipamentos, material de transporte e construção. Bens de consumo - (não duráveis ou que são gastos ou consumidos no processo produtivo) depois de consumidos, representam despesas, tais como: combustíveis e lubrificantes, material de escritório, material de limpeza etc. Bens de renda - Não destinados aos objetivos da empresa (imóveis destinados à renda ou aluguel). Bens Fixos ou imobilizados - (representam os bens duráveis, com vida útil superior a 1 ano) – imóveis, veículos, máquinas, instalações, equipamentos, móveis e utensílios. Bens intangíveis - Não possuem existência física, porém, representam uma aplicação...
0

Balanço patrimonial

O balanço patrimonial é uma demonstração contábil que tem por finalidade apresentar a posição contábil, financeira e econômica de uma entidade (em geral uma empresa) em determinada data, representando uma posição estática (posição ou situação do patrimônio em determinada data). O balanço patrimonial apresenta os Ativos (bens e direitos) e Passivos (exigibilidades e obrigações) e o Patrimônio líquido, que é resultante da diferença entre o total de ativos e passivos. Na Contabilidade e no Direito, a palavra "balanço" decorre do equilíbrio ou da igualdade expresso nas seguintes fórmulas contábeis: Ativo = Passivo + Patrimônio Líquido O balanço patrimonial é obrigatório para todos os empresários e sociedades com duas exceções previstas (empresários rurais e microempresas) e sua estrutura é uma consequência das partidas dobradas aonde para...
0

Balança Comercial

Em contabilidade nacional, a balança comercial resulta da agregação da balança de bens e da balança de serviços, as duas componentes da balança corrente. A balança comercial registra, portanto, as importações e as exportações de bens e serviços entre os países. Quando as exportações são maiores que as importações regista-se um superavit na balança, e quando as importações são maiores que as exportações regista-se um deficit. Normalmente, uma balança comercial deficitária implica uma balança corrente também deficitária, pois balança comercial é comummente a componente com maior peso na balança corrente. Contudo, o défice comercial pode ser compensado com os superavits das restantes balanças correntes. Tal foi o caso de Portugal durante grande parte da segunda metade do século XX com as remessas dos emigrantes, que...
0

BACEN – Banco Central

BACEN – Banco Central do Brasil O Banco Central do Brasil (BC, BACEN ou BCB) é autarquia federal integrante do Sistema Financeiro Nacional, sendo vinculado ao Ministério da Fazenda do Brasil. Assim como os outros bancos centrais do mundo, o brasileiro é uma das principais autoridades monetárias do país, sendo a principal o Conselho Monetário Nacional (CMN). O BCB recebeu esta competência de três instituições diferentes: a Superintendência da Moeda e do Crédito(SUMOC), o Banco do Brasil (BB) e o Tesouro Nacional. O Banco Central foi criado em 31 de dezembro de 1964 pela da Lei nº 4.595.  É de competência exclusiva do Banco Central do Brasil: Emitir a moeda (observação: a Casa da Moeda - empresa pública - fabrica o papel moeda e moeda...
0

Aval e Avalista

Aval é a declaração cambial através da qual uma pessoa (avalista), se torna responsável pelo pagamento de um título de crédito nas mesmas condições de seu avalizado. No Direito brasileiro, o instituto cambiário vem regulado, ao lado de sua disciplina no atual Código Civil, naturalmente, nos arts. 14 e 15, do Decreto nº 2.044/1908; 30 a 32, da Lei Uniforme de Genebra (Decreto nº 57.663/1966); 29 a 31, da Lei nº 7.357/1985 (Lei do Cheque); e 12, da Lei nº 5.474/68 (Lei de Duplicatas), lembrando que se aplicam aos demais títulos de crédito existentes os dispositivos sobre emissão, circulação e pagamento das letras de câmbio. Conceito:  É uma garantia pessoal autônoma e solidária (independente) destinada a garantir títulos de crédito; Exige a outorga conjugal, exceto...
Floating Widgets